Área do cabeçalho
gov.br
Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Campus de Itapajé – Jardins de Anita

Área do conteúdo

UFC e servidores técnico-administrativos assinam termo de acordo pós-greve para orientar retorno às atividades

Data de publicação: 9 de julho de 2024. Categoria: Gestão

Na tarde da última sexta-feira (5), a vice-reitora da Universidade Federal do Ceará no exercício da Reitoria, Profª Diana Azevedo, e o coordenador-geral do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais do Estado do Ceará (SINTUFCE), Wagner Pires, assinaram termo de acordo para conduzir a retomada das atividades laborais após 112 dias de greve dos servidores técnico-administrativos em Educação (TAEs). A reunião foi sediada no Gabinete da Reitoria e contou com a presença de dirigentes da administração superior, representantes dos técnico-administrativos e de lideranças de entidades sindicais da categoria. 

Imagem: De pé, no Gabinete da Reitoria, sete homens e oito mulheres posam; ao centro, está a vice-reitora Diana Azevedo. (Foto: Gladson Caldas/ UFC Informa)
Reunião entre Reitoria e representantes dos servidores técnico-administrativos em educação culminou em assinatura de termo de acordo; documento direciona retomada das atividades laborais represadas. (Foto: Gladson Caldas/ UFC Informa)

Na ocasião, foi entregue para a análise dos gestores um outro documento contendo pautas locais para deliberações futuras, a exemplo de afastamento para pós-graduação, treinamentos em serviço, paridade nos conselhos e nos processos eleitorais da Universidade, jornada de trabalho de 30 horas semanais, entre outras. Deflagrada em 11 de março e concluída em 2 de julho, a greve de servidores TAEs de 66 universidades federais trouxe pautas reivindicatórias de reestruturação de carreira e recomposição orçamentária da educação federal, além de melhorias de salários e de condições de trabalho. 

O termo assinado prevê a reposição qualitativa das atividades represadas durante o período nas unidades acadêmicas e administrativas da UFC. Cada servidor e servidora que aderiu à greve, sob a supervisão da chefia imediata, deverá elaborar um plano de trabalho individual e enviá-lo via Sistema Eletrônico de Informações (SEI) à Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEP) até 31 de julho, ou em 5 dias após o retorno de férias, licenças e afastamentos. A criação dos formulários nativos do SEI para preenchimento dos planos de trabalho já está sendo providenciada pela Pró-Reitoria de Planejamento e Administração (PROPLAD). 

O prazo para concluir a reposição é até 31 de dezembro deste ano. Segundo cláusulas do termo, o período de reposição do trabalho represado não poderá coincidir com a compensação do recesso natalino de 2024. O mesmo se aplica a servidores participantes do Programa de Gestão de Desempenho (PGD) que tenham aderido ao movimento grevista. 

O coordenador-geral do SINTUFCE, Wagner Pires, fez um balanço positivo do movimento paredista, no qual os servidores TAEs tiveram a liberdade plena de exercer o direito de greve, e valorizou a “combatividade” e a “força” de toda a categoria. “Esse momento coroa todo o esforço que vem sendo construído há muito tempo. Temos discutido carreira no sindicato, e, desde o ano passado, formamos um grupo de trabalho (GT), e fizemos contribuições importantíssimas a nível nacional. Todo o conjunto da base tomou essa greve nas mãos, e se colocou como sendo protagonista de uma greve nos novos tempos, com ações de rua, presenciais, e ações na Internet”, analisou o sindicalista. 

A vice-reitora Diana Azevedo parabenizou os servidores técnico-administrativos, enaltecendo a capacidade de diálogo e de mobilização. A respeito do termo de acordo, a gestora destacou a necessidade de focar na recuperação dos serviços afetados pelos dias de greve, ao lidar com o represamento. “Só a reestruturação da carreira TAE já nos enche de esperança. Parabéns à categoria por ter resistido e negociado com afinco. Agora que a pauta principal foi vencida, vamos partir para uma escuta ativa com levezaDa parte da Reitoria, vocês têm nosso compromisso”, afirmou.

Participaram do encontro a pró-reitora e o pró-reitor-adjunto de Gestão de Pessoas da UFC, Profª Marilene Soares e Bruno Matos, respectivamente; o chefe do Gabinete da Reitoria da UFC, Prof. Carlos Almir Monteiro; o assessor especial do Reitor, Prof. Ciro Nogueira Filho; e o coordenador de Articulação Política e Institucional do Gabinete, Daniel Fonsêca. 

Entre os representantes dos técnico-administrativos em educação presentes, estiveram a coordenadora de Administração e Finanças do SINTUFCE, Alrineide Pereira; as representantes TAE do Conselho Universitário (CONSUNI), Heveline Ribeiro e Elaine Teixeira; os titulares da Coordenação Jurídica e Relações de Trabalho da Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (FASUBRA), Daniel Farias e Cláudia Lóssio;  os membros do Comando Local de Greve (CLG), Franzé Freitas e Ana Maria Dias; o integrante da Comissão Interna de Supervisão da Carreira (CIS), Hemanoel Mariano, e a advogada Gabryella Ruiz, assessora jurídica do SINTUFCE.

Fonte: Gabinete da Reitoria – e-mail: greitor@ufc.br  

Acessar Ir para o topo